GetMoney sempre oferecendo as melhores taxas no mercado nacional!

O dólar turismo era vendido a R$ 3,65 por volta das 10h30 desta sexta-feira (19) pela corretora Multimoney, incluindo o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para dinheiro vivo. O mercado continua instável após as denúncias envolvendo o presidente Michel Temer na operação Lava Jato. Na tarde de quinta-feira (18), essa corretora vendia o dólar a R$ 3,71.

A cotação mais barata no horário pesquisado foi encontrada na corretora Getmoney: R$ 3,46 com IOF.

O valor sempre é maior para turistas do que o divulgado no câmbio comercial (leia mais abaixo).

O UOL pesquisou a cotação entre 10h30 e 10h45 desta sexta-feira (19). Os valores são diferente dos encontrados em sites de pesquisa como o Melhor Câmbio.

OBS: Os valores variam durante o dia.

Entenda por que os valores são maiores

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial, que tem cotação menor que o dólar das casas de câmbio. O mesmo vale para o euro.

O comercial é utilizado para movimentações financeiras do governo no exterior e empréstimos de brasileiros residentes fora do país, além de ser usado por grandes empresas para a realização de importação e exportação de mercadorias.

Nas casas de câmbio, onde as pessoas comuns compram a moeda, o valor é maior. Ela é vendida para os pequenos compradores, que utilizam o dólar para viajar. O dólar turismo também é usado na conversão dos débitos realizados em moeda estrangeira no cartão de crédito, por exemplo.

 

Fonte: https://economia.uol.com.br/cotacoes/noticias/redacao/2017/05/19/dolar-turismo-e-vendido-por-ate-r-365-em-corretora-de-sp.htm

Quanto devo levar de dinheiro na minha viagem?

A quantia que você vai gastar em sua viagem esta completamente ligado ao seu perfil, que tipo de viagem você está fazendo, local de destino e claro quanto você pode gastar.

É importante sempre fazer um bom planejamento para que você não fique na mão, Primeiramente é importante estabelecer seus gastos fixos como passagem, hotel, aluguel de carro, seguro de viagem, tendo isto bem definido é hora de planejar seus custos móveis como atrações que você decida ir no meio da viagem, compras, lembrancinhas para familiares. Uma grande parcela dos custos de uma viagem está relacionada a alimentação portanto é muito importante pesquisar o preço médio dos restaurantes do(s) lugar(es) que você está indo e saber qual tipo de restaurante gosta de ir, caso goste de algo requintado é bom separar uma maior quantia.

Importante salientar também que não é recomendado levar todo seu dinheiro em espécie para sua viagem, roubos e acidentes acontecem, não recomendamos também que o viajante troque o dinheiro no exterior, as taxas de cambio são muito maleáveis, podendo mudar de país para país e seu planejamento pode acabar sendo inutilizado de uma hora para outra. Nossa sugestão é a compra de um cartão pré-pago, não há anuidade ou tarifas sobre compra, não possui variação cambial, caso você seja roubado ou sofra um acidente existe em central 24h que você pode ligar e reaver seu saldo.

Caso você quera saber mais sobre os cartões pré-pago acesse: http://getmoney.com.br/cartoes-de-viagem/

 

Fonte: https://www.abracam.com/cambio-certo/

Quais documentos devo levar na minha Viagem?

Se você não viaja regularmente é normal ter dúvidas sobre quais documentos são necessários para viajar. É importante se atentar que os documentos mudam dependendo do seu destino, por exemplo se você é brasileiro e for viajar para a América do Sul, por 90 dias, basta ter seu RG atualizado (Menos de 10 anos), porém se você estiver pensando em visitar a Disney é necessário ter um passaporte e um visto americano válido.

O passaporte é obrigatório para todos os destinos que você for visitar, exceto a América do sul, e claro deve-se levar seu RG, apesar do passaporte ser um documento com foto é sempre bom ter seu RG pois é o principal documento de identificação.

Não só os Estados Unidos mas muitos outros países requerem que os visitantes brasileiros tenham Visto, portanto é importante pesquisar se seu destino é um desses países. Caso o motivo da sua viagem seja estudar, esta lista de países cresce e também é necessário um visto especial, mais complexo para ser emitido.

Além de todos esses documentos, em alguns países é necessário que você tenha o CIVP ou Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia. Em países mais rigorosos sua entrada é proibida caso você não tenha a Vacina requerida, lembrando também que alguns países da Africa e América do Sul é necessário tomar a vacina da febre amarela 10 dias antes da viagem.

 

Fonte: https://www.abracam.com/cambio-certo/

Qual a data mais apropriada para viajar aos EUA?

Ao planejar uma viagem levamos em consideração diversos fatores como data, clima, atrações do local, preço da passagem, etc… Porém de todos estes fatores, a data da viagem é o que menos podemos manipular tendo em vista que a maioria das pessoas tem afazeres do dia a dia que minimizam a escolha da data a feriados e férias escolares.

Contudo a data em que você planeja sua viagem pode alterar e muito a experiência que você terá em seu destino, Tendo em vista que os Estados Unidos é um dos maiores países do mundo, a melhor data para visitá-lo é diferente dependendo de seu objetivo.

Caso você não goste de frio não é uma boa ideia ir a Nova Iorque ou Chicago no final do ano pois as temperaturas diminuem e provavelmente neve. Já se seu objetivo for esquiar esta é a data mais propícia, pois você pode aproveitar o inverno no hemisfério norte.

Fonte: https://www.abracam.com/cambio-certo/

Como Planejar corretamente uma Viagem Mochilão?

Geralmente quando se é jovem existe aquela vontade de conhecer o mundo, porém na maioria das vezes o jovem não tem dinheiro para investir em uma viagem, por isso é feito o mochilão uma forma bastante comum de viajar, que consiste em passar na maior quantidade de lugares ou países gastando o menos possível, e quase sempre o viajante vive experiências únicas e faz amigos em vários países, apesar de ser algo prazeroso se não for bem pensado pode gerar muita dor de cabeça, portanto é imprescindível um bom planejamento.

Não só a escolha dos países basta, é necessário fazer uma grande pesquisa sobre os lugares em que você vai passar como lugares para se hospedar, a segurança do local, qual será seu roteiro, ver se há a necessidade de tomar alguma vacina e claro providenciar os documentos se necessários.

Apesar de toda essa preparação, o mochilão é completamente flexível conforme você for socializando com os nativos programações adicionais podem aparecer durante a viagem, portanto é recomendável fazer uma reserva de dinheiro para essas ocasiões.

 

Fonte: https://www.abracam.com/cambio-certo/

Se você estava esperando a hora perfeita para comprar dólares prepare-se: este é o melhor momento!

Especialistas apontam que o dólar vive a situação mais favorável para o primeiro semestre do ano nesta semana (06/02/2017 – 13-02/2017), então se você possui uma viagem marcada ou deseja comprar algo no exterior esta é uma ótima oportunidade de investimento!

Alguns fatores que estão resultando na baixa do dólar, segundo analistas, é de que o banco central norte-americano (Federal Reserve, ou FED) não aumentará demais os juros por lá (são esperadas três altas neste ano), a atuação do banco central brasileiro no mercado de câmbio e a volta da inflação e das contas públicas para dentro das metas do governo, porém é mais provável que o dólar volte ao patamar de r$ 3,20 no curto ou médio prazo do que se aproxime de r$ 3.

Na semana passada, por exemplo, o Dólar Comercial fechou a R$ 3,128 na venda, menor valor desde 25 de outubro do ano passado e com queda acumulada de 3,76% em janeiro, o que tende cada vez a se intensificar e melhorar para esta semana.

Não perca essa oportunidade, a GetMoney trás as melhores oportunidade e taxas mais competitivas do mercado para você!

Fonte: https://economia.uol.com.br/cotacoes/noticias/redacao/2017/01/31/dolar-em-queda-vale-a-pena-comprar-ja-veja-o-que-dizem-os-especialistas.htm

Euro pode passar uma desvalorização e valer menos que o dólar.

O euro pode passar por uma desvalorização de 10% e ter uma cotação ligeiramente inferior à do dólar se a candidata da Frente Nacional, Marine Le Pen, vencer as eleições na França. A análise é do JPMorgan.
Le Pen é a líder do movimento de extrema-direita francês e oficializou sua candidatura às eleições neste domingo (6), com um discurso contra a globalização e a União Europeia. O primeiro turno do pleito está programado para o dia 23 de abril.
O relatório do banco norte-americano projeta um risco de haver a saída de mais um país da zona do euro e destaca que o efeito seria muito superior ao das eleições da Grécia em 2012, quando a moeda única recuou 6%.
A questão óbvia para o euro é que a economia francesa é mais de dez vezes maior que a grega, assim como o seu mercado de títulos do governo, dizem os analistas, segundo a Bloomberg.
Cálculos da instituição dos Estados Unidos apontam que a cotação da moeda única europeia poderia cair da cotação atual de US$ 1,07 para US$ 0,98. Isso é algo que não ocorre há 14 anos. A título de comparação, em 2008, a relação encostou em US$ 1,60.

Yuan fecha em baixa ante o dólar.

O Yuan fechou em baixa frente ao dólar nesta terça-feira (7), após o Banco do Povo da China (PBoC, o BC Chinês) manter praticamente estável sua taxa de referência diária, que ajuda a balizar os negócios no câmbio.
No encerramento da sessão em em Xangai, o dólar estava em 6,8815 yuans, acima dos 6,8637 yuans do fim das transações de ontem.
O PBoC estabeleceu a chamada taxa de paridade de hoje em 6,8604 yuans por dólar, ante 6,8606 yuans na sessão anterior. Pelas regras do BC chinês, o yuan pode variar ; 2% diariamente, para cima ou para baixo, em relação à taxa de paridade.

Eleições na Europa abaixam o preço do dólar.

Nesta terça-feira (7), o dólar teve uma baixa significava após passar a manhã toda em alta, devido a um ambiente de maior aversão ao risco devido às tensões sobre as eleições na França e na Alemanha, segundo a Reuters.
No entanto o mercado de câmbio vive a expectativa de ingresso de recursos no país com as recentes captações de empresas brasileiras no exterior, o que limita a força do avanço da moeda dos Estados Unidos sobre o real. Na segunda-feira (6), a mineradora Vale reabriu seu bônus 2026, no valor de US$ 1 bilhão. Várias empresas vêm captando recursos neste começo de ano, favorecendo a trajetória de baixa do dólar ante o real.
Às 16h19, o dólar recuava 0,17%, a R$ 3,1207 na venda, depois de terminar os negócios na véspera praticamente estável, a R$ 3,1260.
Cotação ao longo do dia:
Às 9h06, alta de 0,28%, a R$ 3,1346
Às 9h29, alta de 0,25%, a R$ 3,1339
Às 11h, alta de 0,253%, a R$ 3,1339
Às 11h29, alta de 0,08%, a R$ 3,1285
Às 12h29, alta de 0,17%, a R$ 3,1313
Às 13h49, alta de 0,23%, a R$ 3,1332
Às 15h10, queda de 0,22%, a R$ 3,119

Euro sobe para US$ 1,1023 em Frankfurt

Berlim, 22 jul (EFE).- O euro era cotado a US$ 1,1023 às 6h GMT (3h de Brasília) desta sexta-feira no mercado de divisas de Frankfurt, acima do valor da sessão de ontem às 15h GMT, que foi de US$ 1,0996.
O Banco Central Europeu (BCE) fixou na quinta-feira o câmbio oficial do euro em US$ 1,1015.

 

 

Fonte: br.investing.com